FACEBOOK
CONTATO
FEED
YOUTUBE
TWITTER
LINKEDIN
EnglishFrenchGermanSpainItalianRussian

Homem-hiena

Print Friendly and PDF


 
 
Homens-hienas (Werehyenas) são criaturas mitológicas capazes de assumir a forma de hienas. Eles estão presentes nas histórias de vários culturas da Eurásia e da África. Como os lobisomens do folclore europeu, tais criaturas são retratados como metamorfos, embora, ao contrário dos lobisomens , que geralmente são retratados como sendo originalmente humanos, alguns mitos defendem que homens-hienas  também podem ser hienas que assumem forma humana.

Culturas Africanas

Na linguagem Kanuri do Império Bornu  na região do Lago Chade, esses metamorfos são referidos como bultungin que se traduz em "me transformo em hiena".Acreditava-se que uma ou duas das aldeias da região eram povoadas inteiramente por homens-hiena,como Kabultiloa.
Na Etiópia, acredita-se que cada ferreiro, cujo comércio é hereditário, é realmente um mago ou feiticeiro com o poder de se transformar em uma hiena. Estes  seres supostamente roubam sepulturas à meia-noite e são referidos como bouda (também escrito buda). Eles são vistos com desconfiança pela maioria dos compatriotas. A crença na bouda também está presente no Sudão, Tanzânia e Marrocos, onde alguns povos acreditam que  o bouda é um homem ou uma mulher que à noite se transforma em uma hiena e retoma a forma humana ao amanhecer.Muitos cristãos etíopes acusam os  judeus etíopes de serem boudas, acusando-os de desenterrar cadáveres de cristãos e consumi-los;. a comunhão de serralheria é uma profissão tradicional para homens judeus na Etiópia pode ser uma razão para a ligação entre as duas crenças.
No folclore de povos ocidentais sudaneses, tal criatura é retratada como um monstro canibal que à noite se transforma e aterroriza as pessoas, especialmente os amantes. A criatura é frequentemente retratado em sua forma humana como um curandeiro poderoso, ferreiro, lenhador, reconhecível através de sinais diferentes, como um corpo peludo,olhos vermelhos e uma voz nasal.
Membros do culto Kore do povo Bambara do Mali "tornam-se" hienas imitando o comportamento dos animais através de máscaras e fantasias. o objetivo de tal culto é conjurar a força mistica do animal em cada participante.


Culturas da Eurásia

Al-Doumairy, em seu Hawayan Al-Koubra (1406), escreveu que as hienas eram criaturas vampirescas que atacaram pessoas à noite e bebiam seu sangue. O Folclore árabe conta como hienas podem hipnotizar as vítimas com seus olhos ou às vezes com seus feromônios.

Um tratado médico Pérsa escrito em 1376 diz como curar pessoas conhecidas como kaftar, que seriam "metade-humanos, metade-hienas", que têm o hábito de matar as crianças.

Os gregos, até o final do século 19, acreditavam que os corpos dos lobisomens, se não destruídos, iriam assombrar os campos de batalha como hienas vampíricas que bebiam o sangue de soldados feridos e que se encontravam a beira da morte.


Sobre o Autor:
LORD KRONUS
LORD KRONUS

Admirador do Oculto e cinéfilo.
azerate666@hotmail.com
Confira mais textos deste autor clicando aqui

0 Comentários: